FAZENDO CINQUENTA ANOS

Nunca fui como a maioria das mulheres, tentando esconder idade. Sempre achei que a vida segue, com ou sem rumos mais nítidos, e que cada um tem que ser o que é, nem mais, nem menos. Muito tolo se preocupar com idade. Eu sempre ri de quem escondia a idade. Todas as idades  tem vantagens e desvantagens, um rito de passagem diário, em que amanhã não seremos quem somos hoje, e talvez jamais nem lembremos quem fomos antes. Ou sim, talvez permaneçamos sempre os mesmos, não sendo uma questão de mudar o ser, mas apenas o estar? Eu disse “apenas”? Ora, estar é ser, no aqui- agora.  Então deixemos isso de lado e falemos do meu próximo aniversário em 19/02/2013.

Quando eu era menina, fã de Jornada nas Estrelas e Perdidos no Espaço, o máximo que eu imaginava era meu anversário em 2001. Nossa! Um novo século! Eu chegaria lá? Cheguei, passei e na próxima terça meu calendário pessoal vai dar um salto, do 4 para o inexorável 5… E eu estou com medo, pela primeira vez, eu temo envelhecer.

Não porque eu ache que é possível negar isso, afinal, a alternativa a envelhecer é bem pior huehuehuehe.

Mas eu desconheço o que é a vida após os 50. Acho que por ter uma família não muito longeva, não vi ninguém atravessando esse limiar, falando sobre isso. Meio século! As pessoas fazem piada, ou se preocupam. E eu?

Eu não sei como será a partir de agora. Ladeira abaixo ou acima? Depende do referencial. Nunca me senti mais viva, mais cheia de planos, mais prenhe de desejos e ambições. Quero uma carreira nova, quero sucesso, quero sexo, amor e vida como nunca quis antes. E eu estou velha? É isso que é envelhecer? Se for, não preciso ter medo. Mas eu conheço o avesso da moeda, e sim, eu tenho medo.

E aqui me encontro entre os mundos, saindo de uma década em que eu era a dona do mundo, e entrando em outra, onde meu poder será passado a meus filhos e aprendendo a ocupar os bastidores. Eu consigo fazer isso?

Não sei. Mas ter ao meu lado meu amor eterno, tão mais jovem, que tem a linda idéia de polissemizar, polinizar, polemizar um blog como esse me dá a certeza de que eu quero mais, muito mais.

Então venha vida, venham anos. Aqui, como a Afrodite que não obstante a idade sempre será Senhora das Rosas, sou hoje fonte inesgotável de amor e prazer. Que assim seja e assim se faça!

Muito obrigada meu maior amor!

Anúncios

Polissemize

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s