Instrumento

violin-old-new-670

Às vezes um instrumento antigo, notas todas já nossas conhecidas, ressoa novas melodias, por novas mãos tangido. E as mãos ao tocá-lo nos tocam e na troca de toques ressoam melodias antigas que se renovam no tocar das mãos, novas e antigas.

Arpejos e compassos, alguns esquecidos redescobertos, outros impossíveis apenas a duas mãos, voltam a ressoar pelas naves do Templo onde o Tempo flui, novo e antigo, morto e revigorado, redivivo pelo toque das mãos, que não se sabe mais se novas ou antigas.

Das antigas mãos os toques magistrais, das novas ainda imaginados, mas já trocados, pensamentos que se fazem palavras, palavras que aquecem mais que o coração que, deitado em uma cama grande, se esfriou, se afastou do mundo mas que se reaquece no roçar das mãos, antigas e novas.

E nesses toques e retoques, o compasso é de espera, mas espera-se que se componha um novo Tempo em ritmos redescobertos, antigos, e recém-criados, novos.

—-
Chronos Phaenon Eosphoros – 7/4/2015

Anúncios

Polissemize

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s