Ó signos, qual meu signo?

(Resposta à pergunta “qual seu signo?” no Ask.fm)

Ó signos, qual meu signo? Vivo sob o signo da Luz, caminhando diuturnamente – a um tempo vale e cume. Vivo sob o signo do Amor, sentindo sentires sentidos sem nenhum sentido, apenas as penas que apenam as escolhas soltas.

Ó signos, qual meu signo? Vírgulas, dois pontos, travessão, reticências reticentes atiçadas pelos signos sentidos mas insensíveis, sinais inócuos no inocular de sentidos que não são. Não apenas não são como não são sãos, sentidos que almejam ser.

Ó signos, qual meu signo? Talvez o signo do saber-se insigne, insignificado pela assinalação das palavras que inalo, apenas para exalá-las em exaltação. Me impregno do texto mundo para, imundo, emprenhar o mundo com meus textos parvos.

Ó signos, qual meu signo? Um pacto sinalagmático eu propor-vos-ia, onde me daríeis sentido se eu vos desse meu sentir, mas me desdenharíeis, eu sei, pois sei que signos não são depositários fiéis, apenas guardam o que lhes convém e vêm malbaratando todo o mais, inclusive meus insignificantes baratos.

Anúncios

Um pensamento sobre “Ó signos, qual meu signo?

  1. Eu sou
    “sempre a meta de uma seta no alvo,
    Mas o alvo, na certa, não te espera.

    Então me diz qual é a graça
    De já saber o fim da estrada,
    Quando se parte rumo ao nada?”

Polissemize

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s