Solidão, dão, dão.

Sonhou-se estranho, estranhas entranhas sonhavam-se expostas, postas ao sol, sombras de um sonho desperto, e decerto sonhavam-se sons, soavam soezes na solidão, dão, dão.

Mãos que se dão, mãos que se são, são mãos que se sonham, mãos. Manta que cobre, ferro e carvão, mancha sombria, sombras de entranhas, estranhas sanhas, solidão, dão, dão.

Marcas insones, sonhos em vão, vão-se em desvãos, sombrios sabores, santos senhores, saberes vãos, desvaem-se em sons, sombras de amor, sabres, solidão, dão, dão.

Anúncios

Polissemize

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s